PERNAMBUCO – 2014

Pernambuco tem R no nome. Relix.

Sintonizado com os objetivos do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, em setembro de 2014 o Relix iniciou suas ações culturais, educativas e provocativas em Pernambuco. Chegou a 26 municípios do Estado, alcançou 45 mil pessoas, com larga repercussão nas mídias regional e nacional.

O projeto trabalhou o intercâmbio de linguagens para envolver a população como um todo. O Espetaculix gerou 150 apresentações teatrais em escolas e em indústrias. Cem ecobicicletas coletoras, as Ciclolix, melhoraram a segurança e a qualidade de vida dos catadores. A revista em quadrinhos, Quadrinholix, sintonizada com o conteúdo da peça, fortaleceu ainda mais os conceitos relevantes. Ao todo, foram distribuídos 37 mil exemplares. A Didaticalix apresentou uma sugestão de inspiração pedagógica para os professores trabalharem os temas em todas as matérias na sala de aula. O aplicativo para celulares inteligentes, Aplicativolix, facilitou a relação direta entre doadores de resíduos sólidos e catadores. A Expolix Catadoras retratou a força e a delicadeza das mulheres dessa cadeia produtiva, maioria em Pernambuco. Exaltou os seus valores e a sua importância para a sobrevivência do planeta.

Pernambuco viveu o Relix. E começou a criar consciência da necessidade de não apenas reciclar o lixo, mas também reciclar comportamentos e ideias. Bravolix!

ALAGOAS – 2016

A conscientização também chegou a Alagoas em forma de arte.

O projeto passou por 8 municípios do Estado, alcançou mais de 35 mil pessoas, também com larga repercussão nas mídias regional e nacional.

Mais uma vez com arte, cultura, música, dança, intervenções artísticas e muitas ações, envolveu a população. O Espetaculix gerou 130 apresentações teatrais em escolas e em indústrias. Trinta ecobicicletas coletoras, as Ciclolix, melhoraram a segurança e a qualidade de vida dos catadores. A revista em quadrinhos, Quadrinholix, sintonizada com o conteúdo da peça, fortaleceu ainda mais os conceitos relevantes. Ao todo, foram distribuídos mais de 36 mil exemplares. A Didaticalix apresentou uma sugestão de inspiração pedagógica para os professores trabalharem os temas em todas as matérias na sala de aula. O aplicativo para celulares inteligentes, Aplicativolix, facilitou a relação direta entre doadores de resíduos sólidos e catadores. A Expolix Catadoras e a publicação Relixx retratou a força e a delicadeza das mulheres dessa cadeia produtiva, maioria em Alagoas.

Exaltaram os seus valores e a sua importância para a sobrevivência do planeta.

PERNAMBUCO – 2017

Em sua terceira edição, o Relix voltou a Pernambuco. Reciclado, ainda mais atento aos problemas que precisamos solucionar acerca do lixo. Realizou ao todo 165 apresentações teatrais do Espetaculix, do Oceano e do argentino Sopa de Estrelas, envolvendo teatro de bonecos em diversas técnicas, lixeiras manipuladas, música e dança em indústrias, escolas, no Teatro de Santa Isabel, na Praça do Arsenal – no Recife Antigo e no antigo Lixão de Aguazinha – em Olinda, para a comunidade que ainda vive no local. Montou três exposições fotográficas dedicadas às Catadoras, duas em praças públicas e uma na
histórica Torre Malakoff, durante 30 dias. As três receberam mais de quatro mil visitantes. Provocou a formação de uma curiosa orquestra percussiva de tambores de baldes de lixo, tocados por músicos pernambucanos. Distribuiu 35 mil histórias em quadrinhos baseadas no espetáculo, editadas com papel de reflorestamento. Disponibilizou um manual de aplicação pedagógica multidisciplinar dos conteúdos trabalhados pelo projeto, o livre acesso às canções da peça e à sua filmagem integral. Exibiu o documentário da segunda edição e produziu uma nova versão do rico processo de voltar a Pernambuco três anos após sua estreia. Atualizou um aplicativo inédito que localiza, via GPS, os pontos de coleta seletiva, associações e cooperativas mais próximos, abrangendo os estados de Alagoas e Pernambuco, disponível nos sistemas Android e iOS. Entre apresentações, performances e intervenções, o projeto alcançou o público de cerca de 30 mil pessoas. Somado à plateia das outras edições, já são 113 mil pessoas impactadas. Gente que passou a compreender que só conseguiremos reverter o sério problema do lixo com a participação de cada segmento da sociedade.